Clique no título para abrir as respostas:

O que é Alergia?

A alergia é um problema que acontece com a pessoa por um erro de defesa do corpo. Em algum momento da vida seu corpo entende, de forma errada, que certa substância é nociva para ele.

A partir disso, ele começa a produzir suas defesas específicas e sempre que você entra em contato com essas substâncias, seu corpo libera vários mediadores químicos em excesso que vão produzir efeitos indesejados, como:

  • Coceira no nariz e nos olhos
  • Nariz trancado
  • Coriza
  • Espirros
  • Tosse
  • Etc.

 

Testes Alérgicos?

Existem testes alérgicos que servem para diagnósticar as suas alergias. Entre eles:

Teste Cutâneo de leitura imediata (Prick Test)

Alergias respiratórias

  • Poeira
  • Fungos
  • Polens
  • Epitélios de animais
  • Insetos


 

 

 

 

Testes alimentares

  • Vários alimentos são testados

Teste de contato (Patch Test)

  • Testa substâncias que em contato com a pele podem gerar alergias.

Testes sanguineos específicos para alergia

Testes de provocação

 

Como Tratar as Alergias?

Resposta aqui...

 

Vacinas para a Alergia

A imunoterapia específica (chamada de vacina para alergia) é um tratamento utilizado para mudar o curso da doença alérgica. Com esse tratamento é possível o paciente reduzir seus sintomas alérgicos por um período de tempo extenso, evitando assim crises constants e medicamentos em excesso.  

Existe a possibilidade de fazer a imunoterapia de algumas formas. As duas mais utilizadas é a imunoterapia injetável e a imunoterapia sub-lingual (gotas). As duas tem uma eficácia muito boa, mas deve ser discutido com o seu medico qual opção sera realizada.

Novas formas de aplicação estão sempre sendo testadas, como uma forma de vacina feita por pasta de dente. A Univesidade de Cornell, NY, USA desenvolveu uma nova forma de distribuição da vacina que não atrapalhasse o dia-a-dia do paciente, em vez de fazer injeções ou gotas, é só escovar os dentes que a imunoterapia está feita.

Qualquer uma das opções o tratamento é de 3 a 5 anos, dependendo do caso e da avaliação do seu médico. Converse com ele sobre essas opções.