No tratamento da rinite como também em algumas outras doenças nasais, são indicado o uso de sprays nasais.

 

Mas qual a diferença e a indicação para cada um?

Sprays nasais a base de soro fisiológico.

 

 

Existe os que são de formato tradicional em puff, estes são indicados mais para fazer uma hidratação da mucosa nasal. Já os mais novos, que são os de jato continuo, são ótimos para remoção das secreções nasais e também fazer a hidratação da mucosa. São super indicados quando estamos com sintomas de resfriado, gripe, sinusite ou com muita coriza na rinite.

Além disto, tem os sprays de medicamentos, os chamados sprays de corticoide nasal, existem vários a venda.
Eles são principalmente, receitados para um controle dos sintomas de rinite que pode ser a alérgica ou não alérgica.
Lembrando que a rinite é uma inflamação da mucosa nasal, sendo assim, estes sprays são um anti-inflamatório nasal que se torna necessário o seu uso diário conforme prescrição do seu otorrino.

A rinite na maioria das vezes não tem cura, sendo assim, esse medicamento é o que menos causa efeitos colaterais e pode ser usado a longo prazo, com orientação médica que assim ajudará no controle dos sintomas da rinite.
E diferente dos corticoides orais ou injetáveis, não ocasiona os receios dos efeitos colaterais desta substância, ou seja ele não engordará, não trará prejuízo no controle da pressão arterial ou diabetes.

E por último, existe o spray a base de anti-histamínico que é ótimo quando está com crise alérgica e assim diminuirá os sintomas de coriza e espirros, mas o inconveniente é que tem um gosto um tanto desagradável.

Médico do Centro de Rinite e Alergia Dr° Paulo Mendes Júnior CRM-22667 RQE-16683.